[ 4 mensagens ] 

Índice do fórum : Áudio & Acústica (Audio Engineering Program - AEP) : Áudio Analógico e Equipamento de Áudio (AEP130)

Autor Mensagem
 Título: compressor Tube COmposer T1952
MensagemEnviado: 30 Nov 2008, 15:49 

Registrado em: 17 Mar 2008, 17:57
Mensagens: 4
Pessoal comprei um o compressor Tube Composer T1952 DA bEHRINGER e estou com enorme dificuldade em algo que sei que deve ser muito simples: O THRESHOLD, isso pq em todo lugar que eu li, o THRESHOLD vinha do infinito para zero, então voc vai lá e coloca por exemplo -6 e ratio 2:1 e por exemplo o sinal de entrada é de -4, acaba ficando -7, porém no T1952 o threshold vai de -40 a +20, eu absolutamente não sei como estabelecer a relaçaõ neste aqui...+20 é 0?Ou seja o limite para distorção?

Help ME!!!!!!


Back to top
   
 
 Título: Re: <b>compressor</b> Tube COmposer T1952
MensagemEnviado: 01 Dez 2008, 18:04 
Bronze

Registrado em: 29 Out 2007, 12:26
Mensagens: 243
Localização: São Paulo, Brasil
Olá Tin,

o THRESHOLD indica ao compressor a partir de que nível ele deve começar a agir.
No seu exemplo, se o threshold está em -6dB e o sinal possui um nível de -4dB, então ele está 2dB acima do threshold. Se não houvesse compressão, a saída seria -4dB. Porém, como existe uma compressão de ratio 2:1, todo sinal que estiver acima do threshold será comprimido pela metade. Assim, a saída deveria ser -5dB (-4dB + (2dB/2)).

A escala utilizada pelo botão de threshold pode variar de equipamento para equipamento. Em áudio digital, normalmente ela varia de 0dBFS (nível máximo) a -infinito.

Em áudio analógico, e escala representa voltagens. No seu equipamento, -40 e +20 provavelmente se referem a -40dBu e +20dBu. A relação entre esta voltagem (que entra e sai do seu compressor) com o nível digital dentro do Software dependerá do ganho da sua interface de áudio. Por exemplo, muitas interfaces profissionais trabalham com um nível nominal de +4dBU e um limite de +22dBu. Portanto -4dBU representa -18dBFS e +22dBu equivale a 0dBFS.

Supondo que o sinal que chega no seu compressor também esteja em torno desta faixa (+4dBu), o threshold seria ajustado em -5, -6, -7, -8dBu etc.

Abs!
Dennis

_________________
Dennis Zasnicoff
Produtor Musical


Back to top
   
 
 Título: Re: <b>compressor</b> Tube COmposer T1952
MensagemEnviado: 01 Dez 2008, 19:55 

Registrado em: 17 Mar 2008, 17:57
Mensagens: 4
Olá Denis,

Gravo da seguinte forma: mic, pré-mic MC2200 da berhinger, o compressor e depois a placa, que é uma edirol fa66, preciso saber então qual é o nível de ganho minimo e máximo do pré-mic, ou tenho que me guiar pelo da placa, que fica por último?

Aliás aproveitando aqui: é melhor ela ficar depois do comp?

Obrigadão!!!!


Back to top
   
 
 Título: Estrutura de Ganho
MensagemEnviado: 01 Dez 2008, 20:45 
Bronze

Registrado em: 29 Out 2007, 12:26
Mensagens: 243
Localização: São Paulo, Brasil
Esse ajuste de cada elo é a famosa estrutura de ganhos.

Primeiro você deve regular o ganho do MIC, se ele possuir um PAD. Se a fonte sonora é muito alto, o PAD do microfone evitará distorção do amplificador interno.

O segundo passo é ajustar o ganho do pré, que depende não só do que vem depois mas, principalmente, do nível de sinal enviado pelo microfone (sensibilidade e fonte sonora).
O ideal é que o pré chegue próximo ao seu nível máximo de operação nas passagens mais altas da captação. Normalmente isso é monitorado pelo medidor do pré ou por algum LED de saturação que ele possua. Este LED deve piscar momentaneamente somente nas passagens mais altas. Dependendo do modelo, melhor que ele nem acenda.

Nesse ponto, o pré estará operando na zona de conforto e a saída dele deverá ser compatível com o próximo equipamento. No caso, o compressor.

O ajuste do compressor depende totalmente do efeito que você deseja imprimir ao áudio.
Por isso muitos compressores possuem ajustes de entrada e de saída. Assim, você pode escolher o ganho de entrada (e/ou threshold), aplicando compressão na região que deseja e ajustar o nível de saída de acordo com a sensibilidade do próximo elo, a interface.

Não existindo ganho de saída, ajuste a compressão como deseja (monitorando os medidores do compressor para visualizar quando e como a compressão está ocorrendo) e juntamente com os ouvidos escolha a melhor configuração. Normalmente, ele fornecerá uma saída compatível com um bom nível de gravação digital. Se não for o caso, procure ajustar o ganho de entrada da interface, se ela possuir este recurso.

O seu esquema de conexão está correto. O uso de um compressor analógico para gravações só faz sentido antes da interface, antes que o sinal seja convertido em digital. Se ele for usado depois (como insert da pista), ele não impedirá clipping, somente funcionará como um compressor normal (que poderia ser um plugin).

Como a idéia do compressor na gravação é impedir o clipping, provavelmente o threshold será bem alto e o ratio também.

NOTA: Se vc está gravando em 24 bits, com boa qualidade de áudio e baixo ruído, não há muita necessidade de comprimir antes de gravar. Recomendaria gravar sem compressor, somente ajustando a saída do pré para que as passagens mais altas não ultrapassem 0dB dentro do Software. Depois de gravado, o áudio pode ser comprimido para monitoração e/ou mixagem, dentro do computador ou utilizando o seu comrpessor analógico como insert.

Boas gravações !

Abs,
Dennis

_________________
Dennis Zasnicoff
Produtor Musical


Back to top
   
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
   [ 4 mensagens ] 

Índice do fórum : Áudio & Acústica (Audio Engineering Program - AEP) : Áudio Analógico e Equipamento de Áudio (AEP130)


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Procurar por:
Ir para:  
cron